#ieadjonahistória: EETAD em Santa Catarina - IEADJO, o maior núcleo teológico

#ieadjonahistória: EETAD em Santa Catarina - IEADJO, o maior núcleo teológico
05/10/2021

Ainda nos anos 1970, o estudo bíblico sistemático era um tabu a ser superado dentro das Assembleias de Deus no Brasil. Muitos irmãos ainda nutriam reservas contra o estabelecimento de seminários e institutos bíblicos. O medo generalizado era que as escolas teológicas pudessem arrefecer a fé de muitos cristãos.

Nesse contexto, o Missionário Bernhard Johnson Jr.  foi despertado por Deus para a criação de uma escola teológica a ser implantada em todo o território nacional. Na visão do Pr. Johnson, o tempo de pregar não tinha ainda acabado, mas o tempo de ensinar chegara finalmente. Assim, foi formada a Escola de Educação Teológica das Assembleias de Deus - EETAD.

Sintonizado com os novos tempos, o saudoso Pr. Satyro Loureiro, com apoio dos seus mais próximos colaboradores, fundou um núcleo da EETAD em Joinville no início da década de 1980. Dos polos de educação teológica implantados em Santa Catarina, o da IEADJO se destacava como um dos maiores do estado.

Vários pastores, evangelistas, presbíteros, diáconos, professores da Escola Bíblica Dominical e futuros líderes de departamentos passaram pela EETAD. O curso, que tinha nas segundas-feiras seus dias de estudos e avaliações, contribuiu para o desenvolvimento ministerial e aperfeiçoamento teológico de toda uma geração de obreiros da IEADJO.

Na foto, o antigo grupo de estudantes da EETAD em Joinville. A frente na primeira fila identifica-se o Pr. Satyro Loureiro (segundo a esquerda da foto) e ao seu lado, o então Pb. José Paulino Müller, um dos primeiros monitores do curso na igreja.

Por Mario Sérgio de Santana – presbítero, professor, historiador e editor do blog Memórias das Assembleias de Deus.

Demétrio Daniel dos Santos Ferreira
Obreiro da IEADJO, Locutor na Rádio 107,5 FM. Jornalista - MTB SC 6144 JP

Comentar

8 + 5 =
Para evitarmos "spams". Resolva esta simples operação matemática. Exemplo: 1+3, digite 4.