Conversa Afinada: Principais notícias da semana

Conversa Afinada: Principais notícias da semana
13/11/2020

 

"Até às 19h devemos ter um resultado consolidado das eleições", afirma juiz eleitoral de Joinville

Joinville tem 403,5 mil pessoas aptas a votar nas eleições municipais do próximo domingo (15). A Justiça Eleitoral acredita que antes das 19h os eleitores e os candidatos já terão um resultado consolidado da apuração na cidade mais populosa do Estado. A afirmação foi feita pelo juiz eleitoral Gustavo Aracheski, durante entrevista nesta sexta (13). (NSCTotal).
 

Eleições 2020: o que você precisa saber

As eleições municipais 2020 ocorrem no próximo domingo (15) e vão definir prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em 5.568 municípios do país.

As eleições municipais de 2020 ocorrem em meio à pandemia do novo coronavírus, que forçou inclusive o adiamento da votação para novembro. Em função disso, medidas de prevenção à Covid-19 serão adotadas em todos os locais de votação.

Em Santa Catarina, 5,2 mil eleitores estão aptos a ir às urnas. Em três cidades com mais de 200 mil eleitores, Florianópolis, Joinville e Blumenau, a disputa para prefeito pode ir para o segundo turno, caso nenhum candidato alcance a maioria dos votos válidos. Nas demais cidades e nas eleições para o cargo de vereador, a definição ocorre já neste domingo.

O eleitor precisa levar um documento com foto para se identificar na seção de votação. Ele pode apresentar carteira de identidade, habilitação, de trabalho ou passaporte ou carteira de profissão reconhecida por lei. Também é possível utilizar o e-Título, aplicativo que reúne as informações como número do título de eleitor, situação eleitoral e local de votação. O título ou o e-título ajudam a localizar mais facilmente a zona e a seção em que o eleitor vota, mas não será obrigatória a apresentação de ambos.

No primeiro turno das eleições 2020, os eleitores darão apenas dois votos: o primeiro para vereador e o segundo, para prefeito. Mesmo assim, anotar os números dos candidatos escolhidos em uma cola eleitoral pode evitar esquecimentos na hora em que o eleitor estiver em frente à urna. O voto para vereador tem cinco números e o para prefeito, dois.

Máscara e caneta

Entre as mudanças causadas na eleição 2020 por causa do novo coronavírus está a exigência do uso de máscara nos locais de votação. A Justiça Eleitoral também sugere que o eleitor leve sua própria caneta para preencher o caderno de votação. Assim, ele evita ter que utilizar a caneta de uso comum, que será higienizada para quem não levar a própria caneta. Os eleitores também vão precisar respeitar o distanciamento de pelo menos um metro. Para garantir o uso da máscara, não será permitido se alimentar nem beber nos locais de votação.

Horário da votação

Outra novidade que requer atenção dos eleitores é a mudança no horário da votação, que neste ano irá das 7h às 17h. O aumento de uma hora foi para buscar reduzir o movimento nos locais de votação como prevenção ao coronavírus. A Justiça Eleitoral recomenda que o horário das 7h às 10h seja preferencialmente destinado a eleitores idosos, que integram o grupo de risco de complicações pela Covid-19.

Justificativa

Quem não puder comparecer ao local de votação para participar das eleições 2020 precisa justificar a ausência. Neste ano, a justificativa poderá ser feita pelo celular, por meio do aplicativo e-Título. As informações poderão ser repassadas até 60 dias após o pleito por quem não pôde comparecer, por estar fora do domicílio eleitoral ou impedido de ir à zona eleitoral por outro motivo, como casos de Covid-19, por exemplo. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recomenda que quem teve teste positivo para a doença nos últimos 14 dias e quem tiver febre na data da eleição não deve comparecer aos locais de votação. (NSCTotal).
 

Vigilância Sanitária vai fiscalizar locais de votação em Joinville

Segundo a gerente da Vigilância Sanitária de Joinville, Edilaine Pasquali, o foco da ação é averiguar se está sendo respeitado o distanciamento nas filas e, dentro das seções eleitorais, fiscalizar a utilização do álcool em gel e o uso das canetas, que devem ser levadas de casa ou higienizadas entre um uso e outro.

As denúncias sobre descumprimentos das normas sanitárias vigentes de prevenção e combate à Covid-19 devem ser encaminhadas à Polícia Militar.
Importante: eleitores que apresentem febre ou tenham sido diagnosticados com a doença nos 14 dias anteriores à data da eleição não devem comparecer à votação, sendo permitida a posterior justificativa da ausência de voto por esse motivo.

Se tiver febre, não saia de casa.
- Se tiver sintomas da Covid-19, procure atendimento médico na UPA Leste, localizada no bairro Aventureiro, Rua Mafalda Laurindo, 262 – Aventureiro;
- Se realizou teste PCR e está aguardando resultado, mantenha o isolamento;
- No transporte até o local de votação, mantenha distância de, no mínimo, um metro das outras pessoas em filas e evite entrar em veículos cheios;
- Mantenha distância de, no mínimo, um metro das outras pessoas dentro dos locais de votação. Evite contato físico com outras pessoas, como abraços e apertos de mão;
- Respeite a marca de distanciamento nas filas e nas seções eleitorais (sinalizada com adesivos no chão);
- Se possível, compareça sozinho ao local de votação. Evite levar crianças e acompanhantes;
- Permaneça nos locais de votação apenas o tempo suficiente para votar;
- Use máscara desde o momento que sair de casa até a volta, sempre cobrindo o nariz e a boca, corretamente;
- Nos locais de votação, não é permitido se alimentar, beber ou fazer qualquer outra atividade que exija retirada da máscara
- Importante levar sua própria caneta para assinar o caderno de votação;
- Mostre seu documento oficial com foto, esticando os braços em direção ao mesário. O mesário verificará os dados de identificação à distância;
- Se houver dúvida na identificação, o mesário poderá pedir que você dê dois passos para trás e abaixe brevemente a máscara;
- Higienize as mãos com álcool em gel antes e depois de votar. (ndmais)
 

Hospital Infantil de Joinville realiza live sobre o novo coronavírus

O Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, de Joinville, promove uma mesa redonda sobre o novo coronavírus na Pediatria na próxima segunda-feira, 16, às 19h30. A transmissão será realizada nas páginas do Hospital Infantil no Facebook e no YouTube, de forma gratuita.
 
A atividade vai reunir a médica Thayane Augusto Damásio, a psicóloga Ana Karina Diener e o enfermeiro Silvano José Bueno, que irão compartilhar suas experiências sobre o atendimento de pacientes pediátricos acometidos pela Covid-19. A mesa redonda faz parte da programação da Jornada de Pediatria do Hospital Infantil, que teve sua edição presencial adiada em função da pandemia.
 
Além de ser um centro de excelência em atendimento assistencial, o Hospital Infantil colabora com a formação de profissionais na área da Pediatria. “Nosso objetivo com esta ação é esclarecer as dúvidas mais recorrentes sobre o novo coronavírus, com foco na saúde de crianças e adolescentes”, destaca a coordenadora do Departamento de Ensino e Pesquisa do Hospital Infantil, Dra. Patrícia Zanotelli Cagliari. (SES)
 

Cidades do Norte de SC entram em alerta por aumento de casos de Covid-19

Praias lotadas, novas flexibilizações e aglomerações nos feriados. As cenas que chocaram o Estado em meio à pandemia da Covid-19 já começam a apresentar seus reflexos, principalmente no Norte catarinense.
A nova atualização do mapa de risco da Covid-19, que indica a taxa de contágio de cada região, trouxe pela segunda semana seguinte o Nordeste no nível grave (laranja), mas com uma pontuação bem próxima do gravíssimo, índice mais alto da matriz: 2.8.

Além disso, o alerta principal para região é no quesito de transmissibilidade – variação no número de confirmação positiva e casos ativos -, que está em gravíssimo segundo o mapa. Se somada, a região conta com 38.958 casos diagnosticados desde o início da pandemia.

As cidades da região já vêm sentindo este impacto, principalmente pelo período de estabilidade para o qual caminhavam nas últimas semanas.

Segundo o médico infectologista Luiz Henrique Melo, o contato de pessoas contaminadas com as não contaminadas é um dos principais fatores que contribuem para a volta do crescimento dos números. Além disso, a ampla flexibilização de medidas e a falsa sensação de que a pandemia acabou, fez com que as pessoas relaxassem nas medidas de proteção.

“Cada contaminado tem potencial de contaminar outras três pessoas. As flexibilizações fizeram com que as pessoas abaixassem a guarda e não seguissem as recomendações. Por exemplo, quando você caminha pela rua, você vê pessoas sem máscara, aglomerações, e isso faz com o que o vírus se espalhe”, explica. (ndmais).
 

Em Joinville, prefeitura estuda multa para quem não usar máscara

Apesar do aumento no número de caos confirmados de coronavírus em Joinville, a Secretaria de Saúde ainda não enxerga um cenário de aceleração. Mesmo assim, já vem pensando em medidas para evitar o aumento na taxa de transmissibilidade. Entre elas, a aplicação de multa para quem for flagrado sem máscara.

Além disso, também há a possibilidade da restrição em 30% na ocupação de estabelecimentos como comércios, bares e restaurantes. A medida é para evitar aglomerações.
“Precisamos encontrar um ponto de equilíbrio. Identificar os casos, isolar, tratar e não ter mortes. Contaminações sem agravamento da doença. Esse é o novo normal até a vacina chegar”, pondera o gestor.
No boletim dessa quinta-feira, Joinville somava 24.536 casos confirmados, sendo 372 mortes desde o início da pandemia. (ndmais).

Conversa afinada é um programa de cunho jornalístico que vai ao ar pela Rádio 107,5 Fm, toda sexta-feira das 17h às 18h, e traz um resumo das principais notícias da semana. 

Demétrio Daniel dos Santos Ferreira
Obreiro da IEADJO, Locutor na Rádio 107,5 FM. Jornalista - MTB SC 6144 JP

Comentar

4 + 6 =
Para evitarmos "spams". Resolva esta simples operação matemática. Exemplo: 1+3, digite 4.